Posts

A BRIGADA, HÁ UM SÉCULO … – Comemoração alusiva aos 15 anos de falecimento do Dr. Julio de Castilhos.

O Correio do Povo, no dia 24 de outubro de 1918, quinta-feira, noticiava:

Julio de Castilhos – Passando, hoje, a data do falecimento do dr. Julio de Castilhos, ex-presidente deste Estado, o partido republicano, do qual o extincto foi chefe, realisará uma comemoração junto ao seu monumento, na praça Marechal Deodoro. O ponto de reunião para esse fim será em frente ao edifício da Assembléa dos Representantes, às 17 horas. A essa comemoração comparecerão, incorporados, a Assembléa dos Representantes, o Conselho Municipal e muitas escolas publicas. Junto ao monumento, fará uso da palavra, em nome do partido republicano e da Assembléa, o dr. Sérgio de Oliveira, deputado estadual. Por ocasião dessas solemnidades as bandas de Musica da Brigada Militar executarão a “Apotheose”, letra do poeta Zeferino Brasil, e musica do maestro alferes Pedro Borges, diretor da grande banda de musica da Brigada Militar. O original dessa produção, será na ocasião, offerecido ao dr. Borges de Medeiros, presidente do Estado.

*Mantida a grafia da época

Fonte: Correio do Povo – Coluna “HÁ UM SÉCULO NO CORREIO DO POVO”

O DIA 21 DE OUTUBRO NA HISTÓRIA DA BRIGADA MILITAR – Falecimento do Coronel Affonso Emílio Massot, em 1925

Há 93 anos, no dia 21 de outubro de 1925, quando exercia o cargo de Comandante-geral da Brigada Militar, faleceu o Coronel Afonso Emilio Massot.

Comandou a Brigada Militar por 10 anos, 7 meses e 21 dias.

Uma pequena biografia do Coronel Afonso Emílio Massot está disponível no livro No Ápice da Glória, disponível na  rede internet (páginas 45 a 57):

https://issuu.com/brigadiano/docs/no_apice_da_gloria