Policiamento da Brigada Militar em Lagoa Vermelha, em 1918.

O Correio do Povo do dia 12 de junho de 1918, terça-feira, noticiava:

Grupos de bandoleiros

Lagoa Vermelha, 11 – Chegou, hontem, aqui, trazendo uma força da Brigada Militar, o coronel Genes Bento, sub-chefe de policia, que aqui vem averiguar os casos de furtos de animaes em que estão implicadas pessoas deste municipio. O intendente, sr. Maximiliano de Almeida, recebeu aquella autoridade da estação de Erechim.

*Mantida a grafia da época.

Fonte: Jornal Correio do Povo – Coluna “Há um século no Correio do Povo”

Policiamento da Brigada Militar em Carlos Barbosa, em 1918.

O Correio do Povo do dia 12 de junho de 1918, terça-feira, noticiava:

Grupos de bandoleiros

Carlos Barbosa. 11- Desembarcaram, aqui, 50 praças da Brigada Militar, sob o commando do capitão Cândido Mesquita. Essa força seguirá, hoje, para Lagoa Vermelha, onde vae auxiliar o policiamento dali contra os grupos de bandoleiros que infestam aquelle municipio.

*Mantida a grafia da época.

Fonte: Jornal Correio do Povo – Coluna “Há um século no Correio do Povo”

Policiamento da Brigada Militar em Vacaria, em 1918

O Correio do Povo do dia 9 de junho de 1918, domingo, noticiava:

Remessa de força

Vaccaria, 8 – Causou optima impressão a resolução do governo do estado, mandando setenta praças da Brigada Militar, afim de auxiliar o policiamento deste municipio. Mórmemente nesta occasião o acto do governo não poderia causar maior alegria, pois continuam a circular boatos da existência de grupos suspeitos nos visinhos municípios, alarmando á população.

*Mantida a grafia da época.

Fonte: Jornal Correio do Povo – Coluna “Há um século no Correio do Povo”