A BRIGADA, HÁ UM SÉCULO … – Crime de Deserção – Nomeação de Conselho Militar.

A Federação, no dia 04 de janeiro de 1917, quinta-feira, noticiava:

Conselhos Militares — Para o Conselho Militar a que responderá, por crime de deserção, o soldado do 1º Regimento de Cavallaria da Brigada Militar, Fulano de Tal**, foram nomeados: presidente, o tenente-coronel Aristides da Câmara e Sá; interrogante, o capitão Pedro Vaz Ferreira Filho; auditor, o capitão dr. José Gomes Ferreira; juizes, os tenente José Freire de Oliveira e Souza e alferes Eugenio Henrique Krum; e para o que responderá, pelo mesmo crime, o dito do 2º Batalhão do Infantaria, Beltrano de Tal***, foram nomeados: presidente, o major  Amadeu Massot; interrogante, o capitão Domingos Marchand; auditor, o capitão dr. José Gomes Ferreira; juizes, os tenentes Pio Barcellos do Nascimento e alferes Luiz Gonçalves de Lima.

*Mantida a grafia da época.

Fonte: Jornal A Federação, Ano XXXIV, edição 004, de 04/01/1917, quinta-feira, página 4

** Nome omitido

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *