A BRIGADA, HÁ UM SÉCULO … – Manobras da Brigada Militar, em Gravatai – II

A Federação, no dia 27 de novembro de 1913, quinta-feira, noticiava:

Manobras da Brigada Militar

Continuou, hontem, “em mobilização” a Brigada Militar, esperando a ordem de concentração e marcha para Gravatahy.

Como já noticiamos a concentração far-se-á entre as ruas General Canabarro e Coronel Genuino.

Era corrente entre os officiaes, hontem, á noite, que a ordem de movimento será executada entre 3 e 5 horas da tarde de hoje.

Foi publicado, hontem, o segundo boletim:

“De ordem do sr. coronel Commandante Geral publica-se o seguinte:

1º – O pessoal deverá ser equipado a 1/2 marcha.

2º – A banda da brigada, durante a marcha de guerra, incorporar-se-á á ambulância.

3º – Além do uniforme 5º, deverá ser levado o 4º.

4º – É nomeado chefe do serviço de policia, durante as manobras, o major Juvenal Joaquim
Teixeira, ficando, por isso, sem effeito a disposição nº 11 da ordem do dia nº 437, de 24 do corrente.

5º – O pelotão de estafetas formará sob o commando do tenente João Ruiz, do 3º batalhão. (Assignado) Anatolio Baeckel, capitao chefe do Estado-Maior.

Na marcha de hoje será designado para acompanhar os serviços de vanguarda como representante do Estado-Maior o capitão instructor Emílio Lúcio Esteves.

Auctorisado pelo chefe do estado-maior da columna de manobras, foi designado pelo commandante do grupo de metralhadoras, para exercer as funcções de ajudante fiscal o tenente Mariante do 2º regimento de cavallaria.

Fonte: Jornal A Federação, edição 276, de 26/11/1913, página 23. – *mantida a grafia da época

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *